quarta-feira, 8 de dezembro de 2010

As vezes parece impossível, impossível fazer qualquer coisa além da rotina.
Em certas horas é claro que a minha rotina é um tanto gostosinha, mas vendo de outro ângulo é só, acordar cedo, abrir a loja, vender, pegar a barca, ir pro curso, ir pra casa e dormir , dentro desse meio tem a hora do curso, tudo bem que exige muita atenção minha, mesmo que seja algo que eu goste, mesmo cansada é a melhor parte do meu dia .
é a melhor parte de minha só por causa de um detalhe,parece as vezes impossivel eu ver você , é você mesmo, fora de lá, e lá nem sempre eu posso ficar te olhando, mas so de ta ali, do teu lado, encostada, não não, colada mesmo em voce, virada mesmo que pra outro lado eu to ali , te ouvindo, não ouvindo alguma palavra sua, mas ouvindo tua respiração, e vendo seu sorriso, ou alguma risada sua, ali é o unico jeito que eu tenho pra conhecer teus angulos, voce fica gelado no ar condicionado, e sua mão fica suada qnd encosta em mim, voce ri com os olhos se eu te olho, e pensa em mim, que eu sei, pq meu amor, eu penso muito em voce, durante toda a aula, e toda parte que eu to do seu lado, fico pensando toda hora.
Mas o que me deixa mal, que machuca e que acaba comigo é que passa muito rápido, esse tempo que eu to com você, é mais rápido do que qualquer coisa que eu venha a fazer, quando eu paro pra pensar que to realmente com você, enfim.. qnd sobe aquela felicidade enorme, ja ta na hora deu ir embora, e vou embora, e vou embora com culpa, culpa minha, peso na consciência mesmo, parece que não tenho tempo pra você, é o que eu sinto as vezes, não tenho tempo pra ficar de bobeira contigo, de bobeira te olhando, ou de bobeira rindo, com você, igual a todo casal, que eu não de uma volta na rua no final da tarde, naquela hora do final da sessão da tarde.. o que é final da tarde mesmo ? eu nem sei mais, ta pesado, não so pq nao tenho, ou pareço não ter tempo pra nada , o que pesa é não ter tempo pra voce, é não conseguir te proporcionar momentos pra te deixar pensando quando eu não estiver do teu lado, por alguma razão ,dói muito mais em mim do que em voce essa minha falta de tempo pra ti, de curtir você, curtir direito, não curtir rapido, te beijar e dizer te amo, eu quero mais que beijos, eu quero mais que falar te amo, eu quero fazer amor, eu quero ver amor, quero ver você quando der vontade, fora do curso, fora da rotina, fora de mim.

domingo, 21 de novembro de 2010

Ahhhhhhhhhhhhh, esse seu som baixinho chegando .

você é tão gostoso, tão bom de se ver, se ter , tão bonito , eu sei toda vez que voce ta chegando perto, eu gosto tanto dessa sensação de quando voce ta vindo até a mim.
e quando eu vejo seu rosto, eu esqueço de tudo que eu tava pensando antes, parece que chove, chove sorrisos dentro de mim e tudo borbulha, são bolhas de felicidade.
E quando chega a hora de você ir embora eu começo com todas as grosserias sensatas e desprezáveis que eu mesma sei fazer, mas é que é tão bom te ter que eu fico mal por ter que te ver indo embora, pq eu amo o jeito que voce chega, pra deixar voce ir .
e voce sorri, e faz bico pra mim, mesmo que eu esteja totalmente grosseira, eu adooro essa sua paciencia comigo, e com tudo a ver comigo.
voce ta chegando de novo e eu ja to te sentindo de novo, é bom , tão bom te ver sorrindo de manhã cedo que eu sinto caloor de felicidade.
você é tão incrível que eu não acho nenhum motivo pra te ver longe,seus olhos ficam tão bonitos quando você me olha, eu não sei quem ta mais apaixonado , se sou eu ou se é você, mas tanto faz, nem importa mais .
só sei que eu sinto dor, toda vez que te vejo, é tanta felicidade que dói .
eu quero voce perto todo dia o dia todo,voce me perdoa ?
sua forma de me beijar ou se mover , meu deeeeeeeeeeeeus como você é lindo, e eu te falo isso todo dia , e penso nisso o tempo todo, e o bom é que voce sabe, voce sabe mais que eu, a mais tempo que eu, o quanto você é, você me envolve, e você ri .
eu amo essa sua risada .essa risada nos teus olhos, voce sorri com os olhos, e olha , me olha com a boca , essa boca vermelha .
eu adoro conhecer teu rosto, é meu passa tempo preferido, é tão perfeito, e tão pra mim .eu queria te ver fazendo tudo,só pra saber , ver suas caras.
Não tem nada que eu mudaria em você , acho que ninguém mudaria
quando eu te ouço, esse teu som chegando todo mundo para pra te olhar.
eu faço parte desse mundo que adora te olhar por quanto tempo for.

eu beijaria sua boca o tempo todo se você deixasse .
pq meu deus , você é incrivel.

sábado, 20 de novembro de 2010

Eu enjôo de você.
é, é basicamente isso mesmo, tenho o dom pra enjoar de seres humanos e foi isso que aconteceu contigo, ou eu pelo menos acho que aconteceu.
é que voce costuma ser tão irritante sendo o tempo todo muito fofo que me da um certo nervoso, e quando voce cisma de ser ogro então, me da mais nervoso ainda, o que não costuma ser muito agradável, sei la , esse teu jeito tão seu me enjoa.
voce me irrita o tempo todo, e eu procuro ficar longe pra ver se sinto sua falta, e isso acontece, é gostoso sentir tua falta, ou mesmo quando da tempo de sentir ..
é que as vezes voce ta tão perto de mim que eu quero espaço, quero te ver de longe pra quando voce chegar perto eu te sinta, me sinta vontade de te agarrar, e as vezes voce nao precisa ir tão longe pra isso .
eu gosto de voce perto, mas não o tempo todo .
eu gosto de te procurar, te procurar pelo cheiro ou como for, ou pelo som da gargalhada.
eu gosto de sentir tua falta, talvez.
na verdade, eu não enjoei de você, as vezes parece, mas não é isso não .
eu adoro o jeito que voce me irrita, sendo fofo ou ogro .
eu enjoei de mim, foi isso, sendo a mesma coisa, toda vida.

quinta-feira, 21 de outubro de 2010

MEU

É,meu, meu ódio, é, nada mais, ódio mesmo .
Meu , meu de meu mesmo, pronome possessivo MEU.
meu e ponto. ou sem ponto, tanto faz,meu .
Meu de ser Meu, e mesmo que queira ou que eu tenha que dividir com alguém não deixa de ser meu, DEIXA? não, é meu.
meu pq eu escolhi que seja meu, e isso que eu quero que você seja pra mim, só meu.
não precisa nem me amar, só seja meu.
Meu vício maior, meu ódio total, pq? por isso, viciante, vicia , viciante nessa total parte de tamanha vontade de ser .. meu. HÁ, é meu .
você é meu, uma terça parte pelo menos, ou metadinha, metadinha minha, enfim, mentira
MENTIRA, É todo, totalmente meu.
Meu jeito, seu jeito, Meu AMOR, meu pedacinho de qualquer coisa, cara, tu não precisa ser nada, sério, tu pode ser qualquer coisa pra mim, desde que seja pra mim, meu , sabe? mas é disso que eu to falando, tu é meu . MEU , isso soa muito pra você?
pra mim é tanto que eu nem consigo saber por onde começar a aproveitar tudo isso.
TUDO ISSO? é tudo , tudo de muito, tudo de tuuuuuuuuuuuudo meu, tudão.
Incrivelmete você ser meu, sem ser muito, sem que eu seja muito também.
mas você é meu, e é bom que você seja meu .
você é meu tudinho(como você mesmo diz)
aaaaaaaaaaaaah esse teu jeitinho tão meu, esse teu eu tão meu também.
MAS QUE DROGA, que que é seu aí ? só vejo tudo sendo meu .
você deixou de ser seu, você se perdeu pra mim, perdeu, é meu.
É angustiante ser tão meu , mas meu bem, calma, você é meu e ta tudo bem, ta tudo bem pq eu sou sua também .
é, meu, seu , nós somos um só, acredita?

meu lindo.

domingo, 10 de outubro de 2010

As vezes eu não quero sentir nada, ciúme demais, tem gente que diz que só sente ciúme quem não confia, mas eu confio, juro que confio,mas é agonia, muito mais do que ciúme, é vontade demais, vontade de ta junto , e ciúme de quem ja foi ' seu ' um dia, e sem hesitar sisma que quer ou se acha no direito de ser seu ainda, ou se acha importante, intimo.. talvez
eu tenho ciúme do que você ja foi pra alguém, e não é medo de te perder, e nem acho que você se da pra muita gente, se doa ou algo do tipo, eu não sei o que é isso, mas me da nervoso, eu te queria todo, todo pra mim o tempo todo, mesmo que não possa querer tanto, eu ja te tenho, você ja é meu, só meu , e pq disso ? pq dessa agonia?
Não é só ciúme eu juro.
E se você desacreditar de mim por algum motivo e acreditar que algo posso acontecer com alguém do passado, ou do futuro.. eu acredito que não te perderei nunca, mas é impossível você ser tão meu assim, eu gosto taaaaaaaaanto de te sentir ..

Diz que ta tudo bem, que você ta aqui, e que tudo isso passa.

sábado, 9 de outubro de 2010

congelado

Correndo em frente ouvindo sons por aí eu te encontro com alguém ou sozinho , mas você sempre parece bem, você me ve e parece que não me encherga mas você não volta , pq você sempre esteve nem aí, mas assim que eu te seguro, você olha nos meus olhos e fica congelado, e volta a pensar em mim, mas fora isso você esquece, e eu não posso ficar aqui o tempo todo, mas se eu pudesse eu juro, por tudo que te seguraria do meu lado, e te abraçaria a cada respiração, te congelava, te guardava, e te olhava.
Nesse momento você ta congelado do meu lado , e depois? pra que depois, a gente sempre esquece do depois, você ta congelado aqui por enquanto e isso que importa, importa mesmo. E eu não gostaria de deixar você ir , eu quero que você fique, e talvez essa seja minha mentira mais sincera, eu acredit em você e aposto que mesmo congelado você não esquece de nada que tem certa coisa a ver comigo .. E você continua ali congelado, esperando alguma coisa, enquanto eu te olho e não espero nada mais de você .
Ainda to ouvindo aqueles sons, são baixos, ou altos, mas como to te vendo não sei se ta alto ou só eu que não escuto, até agora não consigo ver ngm do seu lado, só um ser humano, mas não o sinto do seu lado como eu sempre estive, eu volto a afirmar , não tem ninguém como eu por aí, e você também acredita nisso .
Você consegue me ver agora? descongelado.
Voocê me deixa doida, ou qualquer coisa que você faça, eu te prometo que agora, eu preciso de qualquer mentira sincera tua.
Você ta tão distante hoje e mesmo assim te sinto perto de mim, é sintonia.. talvez.
você acredita em tudo que eu to dizendo? então me beije . agora .
Você começou a falar sem parar, e se atropela a cada 5 palavras e ri .
ta tudo tão certo, mesmo eu não conseguindo realmente crer que você ta perto de mim ou se ta longe, é que eu te sinto tanto, sobe aqui e senta do meu lado, diga que me ama, mesmo que isso seja uma mentira.. eu preciso ouvir isso, mesmo de longe, mesmo baixo, mesmo sendo mentira, amanhã isso passa.
você me pede um abraço e grita comigo, grita pq você gosta de gritar e eu adoro sua voz grave, e você é grosseiro e irritante..
o que mesmo que eu vi em você?
aah, eu lembrei, eu sempre lembro a 3 cm de você.
Você é tão bonito de se ver, você acredita?
mas me diz, isso tudo é de verdade? ou você ta sozinho..os sons tão aumentando.. a música ta ficando alta e você cada vez mais perto.
eu to gostando tanto disso, me abrace então .
e descongele , ou me congele perto de ti.

quinta-feira, 7 de outubro de 2010

tarde de outubro.

Não tinha nada previsto, tudo que eu fazia, ou tudo que você fazia naquela tarde parecia comum, o tempo era o mesmo, tudo estava a mesma coisa , e de repente parecia que tudo tinha mudado, você veio com aquele olhar tão intenso que entra em mim e me consome, e ri, ri de mim, ri de você, ri por rir mesmo, ri pq você gosta.
Não tinha gosto, nem cheiro, não tinha jeito, não tinha nada, só intensidade, olhares e pensamentos, mesmo que eu não saiba o que você tava pensando naquele momento eu sinto em mim mesma que o que eu tava pensando estava em uma certa sintonia com os teus pensamentos.
A gente conversava tanto por olhar ou respiração, ou o teu jeito de se mover, de se encantar, me encantar, você me encanta no jeito mais comum do mundo, acredito.
Eu ainda to procurando o que eu vi em você, de verdade, mas não faz sentido, nada parece precisar fazer sentido contigo.
A gente parece tão certo, a gente é tão lindo juntos e nosso tempo é mais lindo ainda.
Eu adoro o jeito que você respira perto de mim, ou o jeito que você me move,a sua voz baixinha, seu jeito de se preocupar, cuidar, agir e rir.
Não sei aonde estava mais frio, se era dentro ou fora de mim, eu realmente tava com calor, mas um calor básico, num ambiente 'frio', não era frio de nervoso, nem um calor 'gostoso', era um jeito diferente, uma sensação diferente.
Eu não tenho medo de nada quando sua respiração me envolve, parece que preciso dela, a qualquer hora, e preciso da sua risada também, preciso dos seus dedos pq adoro o jeito e você é o único que sabe passar os dedos nos meus cabelos, ou na minha costas, ou na minha boca, como você aprendeu comigo, conhecer meu rosto, conhecer teu rosto te desenhando, te contornando, com as pontas dos dedos, até a hora que voce para, simplespente para bem perto de mim e me olha, sem dizer nada e sem pedir nada, só olha, e eu juro que nem quero saber o que você pensa nessa hora, só sei que eu penso tanta coisa, eu penso tanto do teu lado, eu te vejo tanto, te sinto tanto, te amo tanto.
E naquela tarde fria, quente, sem temperatura,só com a temperatura do teu e do meu corpo, só de olhares, e pensamentos bobos, sinceros, gelados ou sem nenhum, foi gratificante, e mesmo que um dia eu esqueça de tudo isso, foi bom ter, é bom ter, ver você.
É... você tem aquela coisa, eu acho que você vai entender.

quinta-feira, 30 de setembro de 2010

Esse você, esse eu ...


Eu realmente tinha esquecido de como era sentir isso, isso tudo ou esse quase nada que eu to sentindo,parece que é tudo e nada ao mesmo tempo, é tudo, é demais, é grande, é ótimo,é demais, me tira totalmente do sério,me tira de mim mesma, na verdade, parece que é muito, muito além de mim, mesmo que soe pouco, sei lá, é engraçado,da vontadinha de rir toda vez que eu ouço um você, um jeito de você, alguém falando de você ou perguntando de você, ainda mais quando dizem o quão bem você fica bem diante de mim,é um tanto confortante pra mim, e esse nada bendito que eu digo é esse nada que faz não desviar a atenção sobre ti em nenhum minuto, não que eu pense e esteja com atenção em você o tempo todo, mas confesso que não sei o que é não pensar em você um diazinho se quer .
E parece não ter mais jeito,você é totalmente você,É esse você que me faz querer tanto, e eu não me lembro nem por um momento de como, ou quando você apareceu aqui, aqui dentro de mim, você nem disse nada, você não fez nada 'demais', e eu agora olhando pra você eu não preciso que diga nada também, mas não posso negar da vontadinha que eu tenho em te ver e ficar pertinho, sentindo a tua respiração, aaaaaaai o jeito que você respira, da nervoso. vontade de sentir você o tempo todo te sentindo todo, exatamente todo, cada pedacinho, e te querendo todo.
Eu até esqueci como é escrever, e a verdade é que eu nem sei mais escrever nada , a não ser sentir, to sentindo tanto e tanta coisa diferente.Não sei mais escrever aquela agonia toda que se encaixava nas palavras, Não tenho mais aquela falta, aquela falta de alguém, eu to tão completa e acho que pela primeira vez.Não tem pra que escrever, não tem nada além de você hoje em dia e a única agonia de hoje em dia é esse seu jeito só seu que me faz querer descobrir , me descobrir descobrindo você.
É muito você aqui, ali e dentro de mim, seu jeito é muito você , e muito meu ao mesmo tempo, e isso não tem em ninguém, e esse você é tão meu, se encaixa tanto, se encaixa muito mais que palavras, é tão bom te ter, te ver, por aí, ou por aqui, pois você ta aqui exatamente o tempo todo , e mesmo que isso não baste é tão gostoso, te ter/ver em todo lugar.
E realmente tem muito você em todo lugar que eu não consigo ver mais nada além de nós ou só de você .
Eu te amo tanto, em tão pouco tempo que parece não ter fim daqui a um tempo.

terça-feira, 28 de setembro de 2010

Eu não sei como é vir aqui e suportar o fato de não saber de você, eu chego a rir, é rir mesmo, rir de mim por lembrar de você, com graça ainda. Antigamente eu desprezava o fato de imaginar não saber como você anda, e agora tem tanto tempo que não sei de você que eu chego a achar engraçado, e agora é tão tanto faz, tanto fez, fez questão, pouca, muita, quase nenhuma, mas me deparei lembrando de ti, ou pior, me lembraram você e eu to aqui, pensando se você ta bem, mas tenho certeza que sim, pq se não estivesse estaria estampado por aí.
É tão inusitado sentir as cordas, ou um som de alguma coisa que venha a ser uma desculpa ou aproximação , foi tudo pra longe de mim, sem voltar e eu loucamente digo que acredito que seja assim que tinha que ser mesmo, você não ta precisando mais de mim nem de ninguém, e volto a achar que nunca precisou , e me pergunto se voce realmente esteve por aqui ou se só foi uma passagem ..
mas sei lá, acredito que como dois adultos, ngm venha a morrer por se preocupar em saber do outro, sei lá, acredito eu que perguntar não ofende e não diz nada, perguntar é cuidar, preocupar , dividir .
e cadê esse teu eu, esse voce auto suficiente .

quarta-feira, 15 de setembro de 2010

Começando de novo

Me faz sair de mim de um jeito diferente,tava tudo calmo por aqui, até você chegar, tava tudo belo,tudo sob minhas ordens,não tinha mais nenhum perfume aqui,não tinha mais sorrisos além dos meus, não tinha vontade de ninguém, só vontade de mim, nada além de mim .
E agora você chega , com essa graça toda que só você tem, ou nem tem, mas tem pra mim, é muita coisa, eu acho você muita coisa, e mesmo que as vezes eu te olhe só de longe como tem passado a maioria das vezes é tão confortante até eu ficar loucamente cheia de vontade de sair correndo e te abraçar, agarrar ou somente encostar, passar a mão em alguma pinta sua, ou contar quantas sardazinhas você tem no rosto, ver se seu olho é castanho claro, ou castanho mel,e passar a mãos nos seus lábios só como forma de dizer oi, mesmo que as vezes eu só te olhe, solte um sorriso bem sincero, timido e verdadeiro e que não te agrade muito, mas assim sendo o meu jeitinho. É calmo. ver você parece ser calmo .
E é assim, daquele jeito que só você tem, despojado, confiante, inteligente e engraçado, sem ser muito, sem exagerar, sem forçar, sem querer ser algo, só querer ser você, é isso, é isso que entrou em mim, sem nem pedir pra entrar,agora eu fico aqui, parada, só te admirando, só te conhecendo,sem perguntar muito, ficando naquelas duvidas gostosas sobre o que voce ta pensando , ou no que voce ta gostando ou deixando de gostar, naquelas duvidas que é tão bom sentir de tanta agonia , que só você sabe me deixar assim, nessa agonia infinita, me tirando do enorme controle que sempre tive, deixei de ser auto suficiente, descobri que só eu não basta, chegou a ser pouco isso pra mim, ser só eu, que tendo você tudo parece melhor,pq o que você tem de melhor,talvez falte em mim, e eu preciso .
Dei pra querer você e precisar de você, sem pedir nada em troca .
Me deixa te ter, só um pouco ou pra sempre

segunda-feira, 23 de agosto de 2010

feche teus olhos.

Ja é madrugada, e eu estou andando, qualquer estrela que eu vejo ouço fogos, e lembro de nossos momentos juntos e daqueles separados também, da época que éramos cada um por si, até a hora que viramos um só, e agora somos nada, eu não sou nada ainda, mesmo buscando em detalhes forçados por aí, você não consegue ser algo também. e nós sabemos.
E nesse momento você tenta me mostrar, fechando meus olhos que você consegue ser algo ainda.. mas eu vejo, eu grito e te falo, nós não somos nada separados , você pode soar certo, com certeza, feliz, sozinho ou com quem for , mas não, não você não vai conseguir passar do 'nada' .
Você vem andando , vendo as estrelas mas tuas estrelas não soltam fogos como as minhas, você fecha seus olhos e me imagina, pq eu sei que me imagina, e não passa disso.
E nunca vamos sair disso, se você não procurar, se redimir e encarar.. que podemos ser um só, como um dia fomos, e tudo ser feliz de novo, mas você se recusa, e sabe que não tem nada de feliz nisso, não, não .
Então grite, mas grite mais alto, arrebente as sua garganta, mas você nunca vai se libertar de mim , nunca, e te dói pq você sabe disso .
Arrume seu melhor, caminhe e solte o fogos, apague as estrelas passadas e não feche mais seus olhos e me imagine, me monte, me procure, me coloque como teu detalhe mais perto e mais bonito , feche meus olhos e sinta meu rosto .
A gente não consegue ser mais um só .
Pq passamos dessa fase , e você perdeu o que tu tinha de mais bonito, que era eu .
agora feche seus olhos, e não me imagine.

sexta-feira, 13 de agosto de 2010

Aleatório .rs

HAHAHAHA
Começo rindo mesmo, aliás como tem gente comédia por aí, sei lá, acho que tem gente que esquece quem sou eu , não dizendo que sou muito ou inesquecível, haha, juro que nem queria isso , mas pra falar a verdade eu sei que incomodo e quem eu incomodo o que é melhor ainda.
Pode vir me taxar de um monte de coisa, dizer que me conhece , ou o que é melhor pra mim, pode dizer que sou malvada, ruim ou indiferente, pode dizer que eu não sou legal, ou que eu nunca fui legal, podem dizer o que quiserem por aí, pq pra falar a verdade eu sei de tudo que sou ou que fui.
Que mania chata de errar é essa hein Camila.. não errando pq não tive paciência de ter algo ou que joguei tudo fora, mania de errar, de acreditar nas pessoas, acho que meu erro começou nisso, acreditei demais, esperei de mais, dei chance de mais, quis de mais, pra nada, e agora vem me dizer que eu sou um ser sem amor, sem paciência? AHHAHAHAAHAHAHAHA. é realmente pra rir mesmo.

No dia em que todo mundo guardar os detalhes das pessoas podem sim vir aqui e abrir a porcaria da cabeça pra falar ou taxar algo, que mania escrota que temos de julgar as pessoas, me incluo nessa, mas pelo amor de Deus, eu aprendo rápido, Ta na hora de gente aprender também, posso ser um monstro, ou alguém sem sentimentos, pra você , agora. Pensa bem, pensa muito, pq eu ja fui algo pra você e você esqueceu de tudo .

Quem esquece, não encara, não aprende, não se rende.

segunda-feira, 9 de agosto de 2010

Modéstia a parte, quanto mais o tempo passa, quanto mais eu olho nos meus olhos, mais eu vejo o quanto eu sou especial.
Tudo o que eu pensava e cheguei a dizer antes de dormir, é real.
Acho que chegamos em um momento da vida em que devemos descobrir quem somos, e eu tenho me descoberto a cada noite.
Eu fico ali, as vezes, só ouvindo o “silêncio” e encantada com o seu som. Como ele nem precisa de muito para me fazer rir.
E até quando ele se cala realmente, eu rio, não sei por que, mas acho que estou feliz, simplesmente feliz.
Enquanto sonho acordada ou acordada sonho, penso que se existe alguém que me faria feliz, esse alguém sou eu. É sério, modéstia a parte? Se você sente inveja de mim, eu mereço, eu sou TUDO isso mesmo. ;)

quinta-feira, 22 de julho de 2010

Convencer.


Se mostro as coisas que eu escrevo pra quem não tem nada haver, todo mundo se convence, me diz que sou entendida, ou que escrevo muito bem, na maioria dos casos, alguns amigos diz que sofro mais do que aparento sofrer, outros dizem que isso passa, ou que fulano é otário por não se deixar se convencer por tanta ' moral 'que eu do .
Não acredito que dou moral, e nem quero convencer ninguém de nada, cada um faz o que quer, e como ja disse aqui (acho) não vim pedir ou implorar pra que alguém me ame, se não amou ou voltou a amar até agora, é pq acabou, desgastou, e morreu .
Não acredito que esse lance de costume prioriza em alguns casos, no lado das meninas, é mais fácil, numa relação a gente se acostumar tanto com uma pessoa que até esquecemos se amamos, gostamos ou somos um pouco apaixonadas por elas, embora a maioria das vezes seja, costume. apenas.
QUE porra de palavra escrota essa de costume, não vem ao caso que eu ame alguém, pq eu mesma sei que eu só amo quem me deixa amar, não amo as pessoas de graça ou sem motivo, quem me faz amar, é rei ou rainha, pq isso é difícil.Ja descolei desse fato de costume e vi que não era, tem tanto tempo sem esse costume, sem ver a tal pessoa, e isso não passa.
Não passa, pq? pq eu não deixo passar e gosto do que eu sinto, apesar de doer o meu orificio mais centrado ! (que é o coração hein, rs )
mas, ta na hora .
vai tudo dar certo como deu sempre, ou eu te convenço, de alguma coisa, ou.
eu sumo. pra sempre.

terça-feira, 13 de julho de 2010

Perfume

As vezes fico pensando se o que eu sinto é normal, conheço muitas pessoas que são assim que nem eu, mas não totalmente pq ninguém é igual a ninguém..
Sempre aonde eu vou eu presto atenção em tudo, em cada detalhe , e cada detalhe é 'importante' pra alguém, cada coisa eu tenho alguém pra contar, adoro contar cada detalhe meu, mas não totalmente, deixo algumas duvidas também no ar, mas esse é meu jeito.
O detalhe maior que o mundo me proporciona é o cheiro, pq pra mim é a coisa mais aguda que existe, posso estar em um lugar cinza, chato, frio , e horrivel, mas mesmo que apresente um cheiro totalmente conhecido ja melhora.
Perfume é algo viciante, e eu gostaria muito de ter um frasco de cada pessoa que passa por mim, com a essência de cada um.
Acho tão mágico ir em algum lugar bastante e cheio e ter algo que me faça pensar em você mesmo que eu fuja .. nem ta dando mais .
Eu fujo sem poder, pq eu to do teu lado, de alguma forma , e voce ta aqui ..
Seu cheiro ainda ta em mim, assim como o resto que voce deixou em mim.
Mas o cheiro é forte , e mais que forte é pq ele é bom, e eu o sigo .
Sem nem querer, quando vi ja me entreguei toda, e me pego com frio , de nervoso, e tento recuar, como sempre fiz, eu recuo . depois de me entregar.
Mas ctg é diferente, pq mesmo recuando eu to ainda , pensando, sentindo o teu perfumme, e nada, nada consegue me tirar isso, nem mesmo voce.
Isso é a unica coisa que voce ainda não me tirou. e não tem jeito.

sexta-feira, 9 de julho de 2010

Reaprender a viver.

Eu devia ser diferente, mas agora não tem como mudar
As coisas já estão solidificadas e não há fogo que derreta
Parece impossível eu ter que te deixar, que eu realmente tenha que te esquecer
Por melhor que eu esteja, tu ainda estas comigo
Em alguma parte do meu coração, eu ainda te vejo, eu ainda te sinto e eu ainda te procuro em alguém
Sei que nada vai voltar e é por isso que eu segui a minha vida, mas em certas horas, é humanamente inevitável não te desejar
Quando tudo esta pra mudar, nos momentos em que eu realmente paro pra pensar, não existem formas pra eu abstrair
Porque tu ainda existes dentro de mim
Ouvindo minhas próprias palavras, me sinto infantil em acreditar que possa ser amor
Mas acho que é o máximo que existe, paixão passa, paixão vai embora
E tu ainda não foste e mesmo que eu te tenha, eu vou saber cuidar, eu vou saber te amar
Eu já reaprendi a viver, eu já segui outro caminho e procurei te esconder dentro de mim
Mas existem momentos em que eu preciso te fazer presente
Machuca minha alma pensar com a razão em nós dois
Me enfraquece o fato de ter que te evitar, de ter que pra sempre resistir a nossa história
Sem se quer poder me entregar as lembranças
Sem se quer me permitir te querer aqui
A força que eu tive que fazer pra te esconder, eu ainda não sei de que parte de mim veio
Mas ela vem em raras ocasiões e me deixa de novo
Tive que tomar consciência com a minha parte fraca de razão
Tive que investir na força que sozinha eu não tenho
Sinceramente, eu não sei como vou viver no momento em que eu te esquecer de verdade
Mesmo que em alguns momentos como agora, eu chore por saber que nunca vou poder me entregar pro que um dia fomos
Tu ainda fazes parte de mim, tu não me deixas sozinha, mesmo que me faça sofrer
É de ti que eu lembro, infelizmente, ainda sem odiar.

(autor desconhecido)

terça-feira, 6 de julho de 2010

Meu bem.


Fui pra um lugar que tinha diversos rostos, diversos tipos de gente, diversas maneiras de andar e diversos olhares, não tinha um minuto se quer que não passasse alguém ali , era como se aquele lugar não parasse nunca, e que sempre teria pessoas diferentes, não que seja exato isso, ali poderia sim ter pessoas iguais, mas ninguém ia lembrar do rosto das mesmas, a não ser que alguém chamasse muita atenção.

Como quem não quer nada eu comecei a esperar, não algo certo, pq eu sou bem sensata, então sei muito bem ter meus pés no chão, mas eu tava ali, vendo milhares de gente e sentindo milhares de cheiro, e só tinha isso pra fazer, resolvi pensar como seria se você aparecesse.Seria legal, mas mesmo eu pensando consequentemente eu ficaria com cara de boba com algo tão inesperado.

Fiquei imaginando, tem tanta gente que te ver por aí que nem imagina o quanto, ou o que eu daria pra poder te ver, só ver, eu juro. tem tanta gente que te ve sorri pro nada, ouve tua voz ou algo do tipo que não pensa nem a metade do que eu penso, acho isso tão injusto, eu sempre to aqui, esperando só uma oportunidade pra nada, nada além de te ver . e tem gente que faz isso e nem sente.
E eu agradeço por isso, rezo pra você não conhecer mais gente.. só pra não correr o risco de você ser incrivel pra tantos rostos por aí.
Mas se for alguém que te queira bem, que te faça bem, ai tudo bem, não sou a unica merecedora disso, na verdade, nem sei se sou um pouco merecedora.

Só vim aqui pedir pra você não falar alto e nem rir por aí, pq não tem ngm de interessante ou merecedor de escutar tua voz e ver teu sorriso quanto eu.
Por que eu sou a unica que desejo isso todos os dias .

te faça bem, me faça bem.

sábado, 3 de julho de 2010

Point of view.


Eu venho pra ca e me sinto tão bem , parece que não preciso de mais ninguém, é como se tudo aqui fosse meu, tudo que meus olhos puderem alcançar , mas sei que nem tudo é assim.. Vejo as mesmas coisas enjuadas de antes mas vejo com outros olhos, tudo parece ser tão diferente quando começamos a não fazer parte mais daquilo..
Na verdade eu sei muito bem de onde eu vim, e como vim, mas mesmo assim tudo que tá próximo de um jeito ou de outro soa bem longe, e tudo que se diz longe ta aqui dentro de mim..
Eu vou pelo meio mais difícil , eu faço ficar difícil, aposto em tudo inalcançavel e esqueço de tudo que está na minha mão ,e eu só preciso aceitar, dizer vem ou um ta, ta tudo bem.'Mas definitivamente eu me recuso ao que vem fácil,na verdade eu sei que nada vem fácil, mas se começou difícil, deixa difícil, isso podia ser mais lindo .
Mesmo que eu jogue um verde, que eu tente de novo, e que eu diga que sim, em alguma hora,não quer dizer que ta tudo bem, talvez nem esteja tão certo assim.
Eu não quero me privar disso tudo que eu to vivendo, mas quero fechar o que ta longe e deixar chegar a mim o que ta perto, sem pensar no que vem fácil, vai fácil, e sem pensar que no que um dia foi meu, ainda é meu.
Mas não dá, eu sempre fui assim, e esse é meu jeito de ver as coisas.
Não creio que isso faz mal a alguém.
Esse é meu ponto de vista.

quinta-feira, 1 de julho de 2010

Comigo parece que é 8 ou 80, nunca consigo ficar bem, e feliz por completo, não , não vim reclamar de nada hoje, mas sei lá, se eu ver algo que ja levanta o meu humor eu me acomodo e esqueço do resto que tava tentando me levantar, parece que nem ligo, mas é so pelo momento, e agora eu fico aqui sentindo falta .
O fato é que eu cago muito sério pra você, mas tbm, quando voce ja vem se chegando, ou eu me cheegando eu cago pro resto também, e eu só lembro que fiz isso quando não estamos mais ' perto', e isso nem me surpreende mais .
Ta congelante esse teu jeito com o meu, não por ser frio, ta que voce é, bastante, mas me faz sentir um frio, que eu nem entendo como é ...
5 terremotos em 3 seg, em menos de 3cm do meu coração . isso é muito grande, mas é so ouvir seu nome.
E eu ja cansei de escrever e nem saber se voce ta ai , na verdade, fala que nao esta nem ai pra mim, pq eu preciso ouvir isso, pede pra eu sumir, some voce.

quarta-feira, 30 de junho de 2010

Humildade.


Eu venho aqui e me apaixono por mim mesma, não que eu me ame tanto assim, vai, quer dizer, eu me amo muito, muito mais do que qualquer um possa me amar e muito mais que eu possa amar alguém, mas toda vez que eu 'me leio' eu me apaixono por mim involuntariamente, não quero encontrar alguém como eu não, pra falar a verdade, mas eu fico boba de como eu consigo colocar meus sentimentos em um texto mísero, as vezes não da certo mas as vezes quando já tem um tempo eu volto no passado e vejo como eu me sentia, e me apaixono por mim e pela minhas palavras. Nada humilde.
Dizem que pra uma pessoa certa ela tem que ser humilde, e convenhamos que muita gente espera que eu seja, pra mim, eu sou bem humilde, não me acho nada além do que sou, mas sou modesta também, acredito em mim e confio em mim mesma, e me amo, amo alguns pedaços meus , não é pra ser certa, não acredito que tenho que fazer jus ao que a sociedade me impõe .
Sou humilde, bem humilde por sinal, não acredito em elogios e não é pq falam por aí que eu vou sair acreditando, acredito no que eu vejo, e o que eu vejo é amor, então eu me amo, sem humildade nenhuma, mas com a confiança que só eu tenho em devidos casos .
Não vim agradar ninguém, muito menos pagar de certinha, humilde e etc.
Não preciso provar nada pra ninguém.
Então fica assim, meus pensamentos e tanto faz o de qualquer um, o que dizem por aí , não me leva a lugar nenhum.

Diz pra mim.




Eu preciso de mais tempo agora, isso é a unica verdade que eu posso falar no momento, eu preciso te ver feliz, mesmo que você não mostre essa emoção, mas eu preciso de mais tempo pra ver se alguém consegue te proporcionar isso como eu já havia feito a algum tempo.
Não quero mais essas mentiras nos seus lábios em forma de sorriso .
Você sabe que é difícil de encontrar alguém como eu, não impossível, admito, mas eu enlouquentemente digo que eu sou o melhor, pelo menos pra você , então tira esse sorriso fingido do rosto, pq ja ta todo mundo comentando.
Olhe pra mim , e olha pro seu passado.. você sabe muito bem o que eu ja fiz, faço e farei por você , é como se fosse pra isso que eu estivesse aqui, e você sabe, então para desse orgulho bobo e vem comigo.
Esse é seu melhor? tem certeza? suas mentiras são suas melhores virtudes?
Você consegue se manter assim ? sem mim, e sozinho? sozinho mentindo , me vendo seguindo te esperando como boba, boba demais até .
Você pode me olhar e querer que eu fique, ta escrito nos seus olhos .
Ma eu preciso que você diga, você não ta perdendo nada, diz isso pra mim, ou não .

Sentado aí você ouve vozes falando de mim, mal ou bem, tanto faz, mas isso te incomoda demais, você sabe que eu sempre vou ser o seu melhor, não minta pra si, isso é pior que mentir para os outros.
Você acredita? acredita no que pode acontecer? eu sei que talvez sim, se permita agora, não depois, estamos perdendo nosso tempo mais bonito.

domingo, 27 de junho de 2010

sentido .

Tem coisas que começam a partir de um tempo não fazer sentido, como não tem mais sentido eu gostar de você, em vão, pq eu não quero obrigar a você gostar de mim, se isso fosse pra acontecer de novo, ja teria acontecido, ja entendi, só falta aceitar agora .
Nada mais parece fazer sentido pra mim, ja estou há algum tempo pensando nisso, mas agora é sério , os amigos, os lugares, você , nada mais ta fazendo sentido .
E quando penso que vou melhorar, que não vou mais pensar em nada e só vou, beber/me divertir , acontece alguma coisa pra estragar, ando numa maré de azar que nunca andei .
E quando tudo começa a dar errado eu logo penso ' cadê você?' não pra resolver meus problemas, pq eu até que sei me virar sozinha, mas mesmo assim só queria você ali, talvez nem perto de mim, se não fosse o caso, mas em algum lugar que eu pudesse te ver, é, é pedir muito, como disse , não to pedindo mais nada.
Nunca fui de desistir de alguma coisa, mas talvez precise disso pra continuar.
To desistindo dos amigos, e de tudo que ta dando errado, de você ainda não, mas to certa que você não é mais meu.
Talvez ja tenha passado nosso tempo, e se isso, (nós) fizermos algum sentido pra voce de novo, eu to aqui, como sempre estive, é só dizer .
Eu só quero que fique bem, pra eu conseguir ficar bem, como não me sinto há 6 meses .

sábado, 26 de junho de 2010

...

Realmente todos os dias antes de dormir de alguma forma eu penso em muitas pessoas, claro que só penso quando to sem sono, o que é raro, mas durante o dia também penso, mas é mais a noite, não vou dizer que sinto sua falta, posso até sentir,mas sinto mais falta dos momentos que passei com você,pq era um jeito, uns dias, e uns lugares que eu nunca tinha ido com ninguém, então, pensar naqueles lugares me faz lembrar de você ou de algo que tenha acontecido por lá, alguma muúsica ou o jeito que o sol estava,o dia , o cheiro ou a roupa, a cor da roupa, tanto faz.
Você era mais meu do que eu pensava que era, não confio muito nisso, mas parecia que você era bastante meu , vendo de agora, você dizia mais, pensava mais, você era mais, não só pra mim e sim pros outros também,acredito eu.
Eu sempre te vi com orgulho, enchia a boca se o assunto era você, desenhava você nos lugares, e pensava mais em você do que em mim, pela primeira vez.
Se o assunto com alguém não fosse nós, não era assunto, pq eu tava ali pra gente, como nunca aconteceu talvez eu não admitia isso pra ninguém.
Não tem nem um ano que te 'conheço' mas pra mim ja é o bastante, pq eu só te conhecia comigo e agora sem mim, você é incrível, eu assumo,mas talvez não incrível pra mim, te respeito , te admiro pq talvez eu conheça nem que seja uma linhazinha do que você tem aí dentro de você ,ouço o que você fala, leio o que você fala por aí e escuto falarem de você, vejo você e parece que não te conheço, parece que tudo foi apagado, não digo da gente, mas digo de tudo que você me fez conhecer foi apagado .
Quem é você agora?

sexta-feira, 25 de junho de 2010

Brasil


Não sou nada patriota nem nunca fui, pra falar a verdade nem ligo pra Copa do mundo, não vejo os jogos (só os do Brasil), e nem comento sobre o jogo, não troco idéias e não entendo nada de futebol, e nem quero entender.
Mas no primeiro jogo do Brasil (que foi péssimo, vale ressaltar)foi gratificante sair na rua e ver todo mundo feliz e com a cara que estampava enganando que ninguém mais tinha problema ali, ninguém estava julgando ninguém,lembrei que todos nós somos iguais, de algum jeito não tava mais nada dividido, éramos só um, talvez unidos , pensando na mesma coisa, fazendo o mesmo barulho,um barulho que pode até ser chato pra maioria, até concordo, mas é um barulho pra mostrar aonde estamos,e que estamos ali, torcendo, com pensamentos positivos,mas que na verdade é um barulho de tensão, um barulho de quem precisa estravazar, todo mundo tinha deixado o preconceito, parecia que todo mundo tinha a mesma classe social,Estavam as mesmas pessoas que passavam naquela rua todos os dias, mas pareciam pessoas diferentes, por que estavam com a cara diferente, um humor diferente, e uma alegria estonteante,e não tinha nada, nem ninguém que mudasse isso, estávamos todos ali, parados, sorrindo, igual bobos, sem problemas, sem pensamentos, sem pressão, estavamos felizes, mesmo não pensando em alguma derrota que talvez pudesse ocorrer, pra gente isso ja valia, essa alegria ja era nossa, ofuscou tudo que pudesse ocorrer no meio tempo desse jogo, pq só tem isso que une nosso País, que é o futebol,ali estava todo mundo lindo, estava todo mundo com a mesma roupa.
A roupa do nosso País, a roupa de quem somos.

quarta-feira, 23 de junho de 2010

N-O-V-E


Que engraçado é so estravazar de alguma maneira ontem que hoje ja respiro com um jeito confortável, mas meu dia não começou bem não, acordar cedo ta envelhecendo meus poros, é .
Mas incrível, abrir uma caixinha de email, um site (twitter, orkut, msn, tanto faz) ja me faz abrir um sorriso, não que isso seja suficiente pra mudar meu humor, pq ontem eu fiquei vendo isso o dia inteiro e não fez diferença, mas se bem que, quem não quer receber 3 depoimentos de 1024 caracteres ? ( ou quase isso )me fez rir sozinha, até mesmo antes de ler.
Pra falar a verdade eu tava com um vazio enorme, até ontem, um vazio mas com varias pessoas por aqui, mas um vazio, e ja hoje me fez rever algumas coisas.
Caramba 9 meses, 9 meses de .. nada? , não, 9 meses de bastante coisa, de conhecimento e tudo mais.
Sei lá, ler aquilo, me fez um bem, parecia que eu precisava daquilo, mesmo que eu ache que não, mesmo que digam que não. Li como se fosse pipoca, estourava de ' felicidade' com cada palavra engraçada, sem-graça, ou indiferente, mas palavras suas.
Eu consegui, agora caiu a fixa, eu tenho 9 meses , nao completos, mas dentro desse tempo todo , eu ja consegui MUITAS palavras suas, e coisa que muita gente não sabe o que é, então não tem como entenderem .
Sei lá , é tão boa essa sensação, mesmo que eu não saiba que sensação é essa.
Eu sei que te faço um bem, e voce me faz um bem enorme também, pronto admiti.
Tu está aqui, aqui dentro de mim, dentro do meu egoísmo e fora de cogitação deu te libertar. ta fazendo parte de mim .

Alguém em algum lugar, que veja nós dois, deve ta achando lindo, como eu .
TALVEZ.

terça-feira, 22 de junho de 2010

meu mundo


Voltando aqui mais uma vez, talvez não tenha nem pq,mas eu to com uma falta que eu preciso colocar pra fora, se eu pudesse chorar eu chorava , mas sou tão filha da puta que nem isso eu consigo, é sério.
Eu to me sentindo sem ninguém, as vezes digo que é por preguiça de gente, não é só isso, eu to com preguiça sim de gente, mas de gente de fora, e as de dentro ? e essa gente toda que ta dentro de mim que não me da mais espaço?
seria tão simples escolher só uma pra deixar aqui dentro, junto comigo, mas eu não consigo, ta, pode ser outro ato de filha da putagem, se é que isso existe, mas não é nada assim tão dramatico tambem, mas pra falar a verdade esse lance meu de querer, e querer MUITO um pedacinho de cada pessoa que conheci ate agora ta me fazendo mal, pq eu cheguei numa situação que não consigo ter só os pedacinhos das pessoas .
Dei pra querer pessoas pra mim, se nem Deus é dono de alguém pq eu vou querer ser?
dei pra achar que mereço .
Na verdade eu sempre quis alguém pra ser meu, sem houver respeito, quero alguém pra ser MEU mesmo.
Sem querer fazer muita pose, mas da no mesmo não ter ninguém por aqui agora, até aceito esse desaparacimento, os guardei tanto que eles foram embora sem nem eu perceber, essa mania de ser livre demais e falar o que quero faz eu não ser tão perceptiva.
Mas eu quero tanto aqueles detalhes de novo, mesmo que por pouco tempo, quero tudo que eu guardei dos outros e que não me deixam ter de novo.
E tanto faz o que eu quero agora, só peço pra que me deixem ter .
Ninguém nunca se meteu aqui, ninguém nunca fez questão, ninguém nem sabia que eu os guardava em algum lugar que só eu tocava, no meu mundo, era só eu.
E não ta dando pra dividir isso não, não ta dando pra aguentar tudo isso calada .
Eu errei, erro, e to errando, mas quer saber, isso era o meu melhor.

labirinto interno.

Tem bastante gente que vive me perguntando porque eu não digo o que eu sinto, se realmente eu sou fechada, se eu tenho medo de alguma coisa, se eu não sei me expressar ou algo do tipo.
Pra falar a verdade eu sou fechada, muita gente acha que não sou mas a maioria diz que sou e quem realmente me conhece sabe, eu só respondo o que perguntam, eu só falo se me provarem que fará algum sentido alguém saber o que eu passo, eu nem passo muita coisa,mesmo que pareça eu não tenho medo de nada, é sério, eu tenho desejos , e alguns eu sei que não vão acontecer, mesmo que por culpa minha , eu quero que aconteça de algum jeito, mas que aconteça de graça sem eu estar esperando, talvez seja pedir muito, é. Eu não estou pedindo,eu estou só comentando que sim, eu quero alguma coisa, mas só faz sentido pra mim, e pra fazer sentido pra alguém tem que está disposto. Não sei bem se sei me expressar, talvez eu nem me expresse direito para os outros, mas pra mim, é como se isso aqui fosse uma caixinha de palavras, mal arrumadas ou não, eu só as solto, indiretamente entendem, mas nem sempre.
Eu não ando bem, pra falar a verdade, agora pra mim mesma.
Eu sei que está faltando alguma coisa em algum lugar aqui dentro de mim, mas ainda não descobri o que, o que eu acho que é, não vai ter jeito, é grande demais pra caber dentro de mim. É mais do que eu posso pedir, então, eu não quero nada, eu não peço nada.
Nunca andou tão difícil pra mim colocar tanta coisa que está reservada em algum espaço aqui em mim, mas está tão escondida, que eu não encontro caminho pra colocar em lugares visíveis pra alguém tentar me entender.Parece que aqui dentro está como se fosse um labirinto, um labirinto interno, com tais coisas sozinhas procurando um caminho, mesmo que aconteça algo que deixe dispersa, tanto faz, enquanto não sair daqui, enquanto eu não conhecer esse caminho, tudo aqui vai ficar ainda guardado.
Andei achando há um tempo que nada na vida é amor, por que pra mim era ao contrario,antes eu achava que era por conta da não-existência do mesmo, mas agora dei pra achar que tudo é amor, estou tentando não ser uma delas, mas pra falar a verdade, não está dando muito certo.

domingo, 13 de junho de 2010

Por : T.B


A gente abusa das mãos dadas no cinema, ainda mais quando chove ou faz frio. O ombro dele é meu, o meu é dele, e tudo vai bem assim já há uns bons meses. Ele faz coisas que eu curto, tipo não me deixar dirigir, enfiar o cartão na carteirinha de couro sem nem me deixar ver a conta e imitar minha compulsão pela minha franja. Eu faço coisas que ele gosta, tipo carinho na perna, servir mais vinho quando o garçom some e ficar que nem monga alongando enquanto ele corre e paquera peruas acéfalas no parque. E nada disso me enlouquece, considerando que tem semanas que ele some e eu nem mesmo percebo. Quer dizer, perceber eu percebo, mas não chego a sofrer por isso. Talvez um pouquinho, mas um pouquinho eu já sofro só de fazer a troca de ar dentro das minhas narinas. O fato é: nada até aqui é culpa ou desleixo ou abuso dele e isso possibilita nosso lindo e calmo relacionamento sem pau.
Algumas mulheres acreditam no sexo com o pau amigo, o homem limpinho que aparece de vez em quando só pra dar uma comidinha e tchau. Eu acredito no sexo com o amigo sem pau. O homem que aparece de vez em quando e te busca em casa, abre a porta do carro, elogia sua roupa, escolhe os melhores ingressos, faz você morrer de rir, conversa sobre tudo, dá conselhos, cuida de você, sobe com você até seu apartamento, curte um som, dorme de conchinha, te abraça forte e…vai embora. Isso sim é dar uma, ao meu ver. O trepar e jogar fora da mulher é se sentir amada sem ter que dar.
Pau nunca pode ser amigo, pense bem. Experimente encontrar, sem querer, seu pau amigo num jantar romântico com uma mulher. Você não gosta do cara, não quer namorar o cara, ele é mala, burro, ele é só um pau. Você só usa o cara e está super segura nesse papel. Mas só porque você e ele, juntos, dividiram um pau, algo dentro de você, ainda que pequeno (pois é) quer ir até a mesa do fulano e fazer um escândalo: ahhhhhh me comeu e agora tá com outraaaaaaaa! Como assiiiiiiim seu desgraçaaaadoooo! Se bobear dá até pra chorar de rímel borrado achando que é amor. Mulher e pau não são compatíveis. Homem é a melhor companhia do mundo, acreditem, mas o pau dele não. Pau é a desgraça humana. É o elemento descentralizador do controle da alma. É o conflito personificado numa espada de guerra. É o fim de tudo. Pau amigo é coisa de sapatona.
Enfim, mas voltando ao meu melhor amigo. Esse ser maravilhoso que mexe no meu cabelo, e paga tudo, e me elogia, e me abraça, e me aperta e vem aqui em casa sempre tão perfumado e tomamos vinho e falamos de tudo e...simplesmente não rola pau… ahhh... eu acho que vou matar esse idiota.

segunda-feira, 31 de maio de 2010

Como uma ventania.


Ando bem diferente de antes, talvez tenha ocorrido alguma mudança em mim, ou dentro ou fora de mim, uma mudança nada sensata, nada nada sensata comigo mesma,e mesmo que eu tenha mudado a algum tempo eu só tive tempo de reparar em mim mesma agora.
Ando assustada, pra falar a verdade, com vontade de gritar, mas mesmo assustada me sinto bem, como nunca senti. Não tem ninguém aqui por perto, ninguém que sempre esteve.Talvez eu nem esteja mudada, talvez seja a minha volta que esteja com uma certa diferença.
As vezes me sinto presa em um furacão, aliás tem uma ventania dentro de mim, como se tudo quisesse sair, mas que ficasse preso,me sinto involuntariamente segurando , prendendo as coisas aqui dentro, deixando que nada voe, que tudo que faz/fez parte de mim, pode voltar a fazer parte outra vez, coisa que não é verdade.
Nem tudo que vai volta, e eu talvez nem faço questão que volte.
Mas quero me possibilitar de sair desse furacão que ta aqui dentro de mim.
Como se fosse uma ventania seca, e eu observando no fim, e tomando conta que nada me escape, nesse egoísmo sem fim, que eu não suporto.
Eu ando em círculos,procuro 'captar' tudo aqui, tudo que tem aqui por perto, e mesmo eu não conseguindo eu não saio do lugar, eu não saio daqui, eu não me desapego de nada, talvez seja isso.
Sinto loucamente que preciso me desprender de algumas coisas/pessoas.Talvez.
Eu nem quero, nunca nem quis, mas preciso.
Eu tenho tanta coisa, e tanta gente pra pensar que fico sufocada.Descobri que não são as pessoas diretamente que me sufocam, sou eu, eu mesma me sufoco e coloco culpa nas mesmas.
Mesmo com vontade de chorar, gritar, desapegar ,descarregar E desprender, eu sei que isso, nada disso é o fim do mundo .
Isso tudo talvez nem seja real, mas me peguei sem ninguém, ninguém pra conversar OU me abrir, e quando tem, eu esqueço .
Também acho que não seja fingimento, mas venho aqui por meio de lamento.
Escrever era uma forma de lamento, EU ja me lamentei melhor.

domingo, 30 de maio de 2010

Por: T.B


O mau elemento...
Eu olho pra sua tatuagem e pro tamanho do seu braço e pros calos da sua mão e acho que vai dar tudo certo. Me encho de esperança e nada. Vem você e me trata tão bem. Estraga tudo.
Mania de ser bom moço, coisa chata.
Eu nunca mais quero ouvir que você só tem olhos pra mim, ok? E nem o quanto você é bom filho. Muito menos o quanto você ama crianças. E trate de parar com essa mania horrível de largar seus amigos quando eu ligo. Colabora, pô. Tá tão fácil me ganhar, basta fazer tudo pra me perder.
E lá vem ele dizer que meu cabelo sujo tem cheiro bom. E que já que eu não liguei e não atendi, ele foi dormir. E que segurar minha mão já basta. E que ele quer conhecer minha mãe. E que viajar sem mim é um final de semana nulo. E que tudo bem se eu só quiser ficar lendo e não abrir a boca.
Com tanto potencial pra acabar com a minha vida, sabe o que ele quer? Me fazer feliz. Olha que desgraça. O moço quer me fazer feliz. E acabar com a maravilhosa sensação de ser miserável. E tirar de mim a única coisa que sei fazer direito nessa vida que é sofrer. Anos de aprimoramento e ele quer mudar todo o esquema. O moço quer me fazer feliz. Veja se pode.
E aí passa a maior gostosa na rua e ele lá, idolatrando meu nariz. E aí o celular dele toca e ele, putz, perdeu a ligação porque demorou trinta mil horas pra desvencilhar os dedos do meu cabelo. Com tanto potencial pra me dar uns tapas, o moço adora me fazer carinho com a ponta dos dedos.
Não dá, assim não dá. Deveria ter cadeia pra esse tipo de elemento daninho. Pior é que vicia. Não é que acordei me achando hoje? Agora neguinho me trata mal e eu não deixo. Agora neguinho quer me judiar e eu mando pastar. Dei de achar que mereço ser amada. Veja se pode. Trinta anos servindo de capacho, feliz da vida, e aí chega um desavisado com a coxa mais incrível do país e muda tudo. Até assoviando eu tô agora. Que desgraça.
Ontem quase, quase, quase ele me tratou mal. Foi por muito pouco. Eu senti que a coisa tava vindo. Cruzei os dedos. Cheguei a implorar ao acaso. Vai, meu filho. Só um pouquinho. Me xinga, vai. Me dá uma apertada mais forte no braço. Fala de outra mulher. Atende algum amigo retardado bem na hora que eu tava falando dos meus medos. Manda eu calar a boca. Sei lá. Faz alguma coisa homem!
E era piada. Era piadinha. Ele fez que tava bravo. E acabou. Já veio com o papo chato de que me ama e começou a melação de novo. Eita homem pra me beijar. Coisa chata.
Minha mãe deveria me prender em casa, me proteger, sei lá. Onde já se viu andar com um homem desses. O homem me busca todas as vezes, me espera na porta, abre a porta do carro. Isso quando não me suspende no ar e fala 456 elogios em menos de cinco segundos. Pra piorar, ele ainda tem o pior dos defeitos da humanidade: ele esqueceu a ex namorada. Depois de trinta anos me relacionando só com homens obcecados por amores antigos, agora me aparece um obcecado por mim que nem lembra direito o nome da ex. Fala se tão de sacanagem comigo ou não? Como é que eu vou sofrer numa situação dessas? Como? Me diz?
Durmo que é uma maravilha. A pele está incrível. A fome voltou. A vida tá de uma chatice ímpar. Alguém pode, por favor, me ajudar? Existe terapia pra tentar ser infeliz? Outro dia até me belisquei pra sofrer um pouquinho. Mas o desgraçado correu pra assoprar e dar beijinho.

"Ei, só estou com medo
De nós não darmos certo."

terça-feira, 25 de maio de 2010

Ta tudo bem, eu olho pra tráz e não vejo ninguém.
Penso o que quero, e vou aonde, penso quero o que vejo, só por desejo.
Nem tudo é com vontade , com tanta vontade.
Eu jogo meu charme, mesmo que minimo, me altero pra falar o que quero, sem nem sentir prazer, mesmo que sinta.
Eu chamo atenção, eu faço de propósito, ou sem querer.
é consequência talvez.
Saio sem me notar, pra ver se me notam, nem sempre notam.
Deixei de me guardar por achar insuficiente,
agora sou auto-suficiente, falo o que eu penso.
Não deixo nada pra depois .eu aproveito
eu tenho aproveitado como posso.

sem ninguém, tanto faz.

segunda-feira, 24 de maio de 2010

Querendo ou não querendo.


Eu confesso, eu tinha até esquecido de como você era.
e pra falar a verdade, esqueci até de tentar lembrar você.
Talvez por defesa minha, sempre é pensando em mim, penso em pensar nas pessoas as vezes, mas eu penso nas pessoas, mas as vezes penso em mim antes, e quero meu bem antes de tudo e todos.
Lembrei de voce, pra minha infelicidade, ou felicidade talvez.
Lemprei de como você é, de como você fala, de como voce ve as coisas, de como você me ve , na verdade.. Lembrei de como você é menino.
Como você é puro as vezes, sinto, vejo, acho graça .
Acho lindo, o jeito que você é, e descobri o que tanto eu via em você .
Eu via muito pouco pra alguns, mas via tanto pra outros, eu te via todo.
cada pedacinho, cada detalhinho, cada você em você mesmo que existia
até achar um eu. ai dentro de voce.
e as vezes, nao vou enganar não. eu acho.
acho um eu, um você , por aí, por aqui.
do nada. querendo ou não querendo.

domingo, 2 de maio de 2010

Tô sozinha?



Parece que não tem ninguém aqui/alguém me ve?/me ouve?/Duvida./Mesmo não vendo ninguém ainda sinto tal respiração/ ué mas eu não to sozinha?/se eu gritar agora todo mundo vai notar, meio sem querer?/ e se eu cair na gargalhada, vão ficar curiosos?/Se eu fingir que não tem ninguém aqui(pq parece não ter mesmo)eu vou ficar esquecida?/E se eu falar, tentar falar, não vou ser esquecida?/Se eu chorar minha mãe, pai, irmã veem pra cá?/Não?/ NÃO tem ninguém aqui mesmo?E se eu tiver num coômodo e alguém em outro?/eu mudo?/pro mesmo cômodo?/Não posso deitar e esperar amanhecer?/Fico parada?/sem me mover?/Ouço barulhos, mas não vejo ninguém./To mesmo ficando maluca?/Se eu escrever algo, resolve?/E se eu dormir???/isso/dormir!/TENTO./Não da./ Tem alguém aqui.../Eu sei/Eu sinto./Pq eu penso estar sozinha?/eu pareço estar sozinha?/pareço./Mas eu sinto tanto ../alguém ta aqui./ eu sei que tá./é meu subconsciente?/tem alguem me espionando ou rindo de mim?/é por escolha eu parecer/estar sozinha?/Mas eu não me sinto sozinha/e SE eu gritar um palavrã/ alguém vai notar?sempre notam/aaaaaaah!/ e se eu contar uma piada (pra mim mesmo..)/se tiver alguém aqui vai rir comigo/né?/não da certo/não tem ninguém aqui/Acho que ja fui em todos os lugares e não vejo ninguém/E alguém me vê?/
Se alguém tiver me vendo, pode falar comigo eu não mordo.Eu afasto as pessoas?/será que é mesmo isso?/To sentindo frio de nervoso./To gostando da sensação/Ainda sinto uma respiração/ ou será que eu quero sentir..?/mas eu procurei não sentir nada./juro/tudo acontece devido a nossas escolhas?/então é isso?/Eu escolho e pronto./ASSIM que a gente fica?/e se eu quiser gritar agora,/alguém aparece?/Parece que tem eco aqui/ um vazio/ um buraco/ainda não me sinto sozinha..


TEEEEEEEEEEEEEEEEEEEM ALGUÉM AÍI?


sempre tem

sexta-feira, 30 de abril de 2010

Há muito tempo, eu me vejo como se eu tivesse fora de mim, como se eu fosse um objeto, claro, um objeto meu mesmo, mas um objeto..
Parece que eu sei tudo que vai acontecer daqui pra frente comigo,e penso que deve ser pq sempre sigo o mesmo caminho, faço as mesmas escolhas, e não elaboro mudanças
as vezes até acho que eu deva surpreender alguém, mas antes disso preciso surpreender a mim mesma, mas ninguém me ensinou isso.. ninguém nunca me contou como É na verdade fazer isso .
Sinto medo de ser sempre eu mesma, pq ser eu mesma é ser tão pouco que da raiva, não pouco de insignificância, mas de ser irrelevante, sem originalidade e tão pouco desprezo .
As vezes acho que devia acordar um dia, e fazer tudo diferente do que faço.. falar com quem eu não falo, talvez por naão ter costume mesmo..
Isso.. fazer tudo fora do meu costume..fazer tudo que eu acho pouco, acho idiota, ou que eu não ache fundamental fazer..
só chegar e fazer, sei lá, talvez depois pareça muito.

sábado, 24 de abril de 2010

De todas as maneiras de ser em um mundo eu não me encontro, eu não me apego, e não me vejo em nenhuma, me sinto incopetente as vezes por ter meu perfil monótono semi pronto, sendo assim, minimamente incrivel .
Não sou adepta a momentos que muitos acham um grandioso encanto eu faço pouco caso.
Claro , tenho uma mania ENORME de fazer pouco caso com tudo, ta aí , vou anotar mais esse defeito meu.
Ando procurando tantos rostos e não vejo nenhum, além dos que eu ja costumo ver, maaaas , ja cansei desses, então me fecho, e me sinto sozinha, por culpa minha basicamente, mas eu não to me sentindo a coitadinha, pra falar a verdade eu nem ligo.
Eu faço pouco caso, e não ligo pra nada , até que passa a me encomodar, mas ta aí, nao me encomodo com mais nada que façam pra mim, passei a me encomodar com o que EU faço.
Cheguei a pensar que to enjuando de mim, e eu que me achava uma das melhores coisas do mundo (me desculpe pelo meu narcisismo) mas é sério, do meu rosto, meu fisico eu ja enjoei faz tempo, mas do meu jeito.. aaaaaaaah.. esse ta me encomodando agora .
Queria, REALMENTE voltar a me deixar aproximar das pessoas, me apegar a elas , e gostar do cheiro delas, conversar sobre elas, ver gente nova, e procurar defeitos também, conhecer gente é um hobby , aliás, foi um hobby..
Ando tão cansada de gente, tão cansada de mim .

terça-feira, 20 de abril de 2010

Kiss me


Beije-me longe da moita de cevada
Todas as noites junto à verde, verde grama
Balance, balance, balance o degrau giratório
Use aqueles sapatos e eu usarei aquele vestido
...
Beije-me sob o crepúsculo
Leve-me pra fora, no chão iluminado pela lua
Levante sua mão aberta
Faça a banda tocar e faça os vaga-lumes dançarem
A lua prateada está brilhando, então me beije. .
Então, beije-me
. .
Beije-me ao lado da casinha na árvore quebrada
Balance-me alto no seu pneu pendurado
Traga, traga, traga seu chapéu florido
Nós tomaremos o caminho marcado no mapa do seu pai

Então, beije-me

segunda-feira, 19 de abril de 2010

Cara, acabou, ou pelo menos tinha acabado, pra mim, pra as pessoas de fora eu já não sei, nunca quis nem perguntar, pra não interferir em nada, mas depois desse tempo todo, ver voce, doeu , não algo que mude, ou que faça mudar, talvez, mas doeu, doeu de saldade, doeu de alegria, doeu de emoçãoo, doeu num sorriso, doeu num pensar, só doeu, doeu só de olhar, e mesmo que depois de um tempo, falando , e pensando ' não ta saindo nada que preste' , tudo bem, acontece, né ? seeei lá, eu nunca tinha passado por isso antes, e mesmo que seja simples, eu não imaginava o quanto ia doer.
voce nao liga, ngm liga, e não precisa ligar, pra falar a verdade eu nem quero que ligue, ta bom assim.. eu não quero nada além disso.

quinta-feira, 15 de abril de 2010

.

Eu queria saber escrever, queria saber como escrever, queria pronunciar com palavras, não digitos, o que ta engasgado, não quero dizer o que eu quero, pq pela primeira vez na vida eu não quero nada, além de viajar e sumir.
Só queria aprender a botar as coisas pra fora, pra fora de mim, pq digitando nao anda me satisfazendo mais, antes, era refúgio vir ate aqui, e sumir do mundo (como eu me sentia) parecia que ninguém me via, nunguém lia . Mas não faz mais sentido, ta tudo perdendo o sentido, eu ja não consigo escrever os textos que eu fazia, não consigo mudar as palavras que eu ouvia, não consigo mais nada do que sentir, e guardar pra mim, consegui voltar a ser aquele poço de frieza, e ja ta tão congelante isso aqui dentro, que não to suportando mais, mas eu ja nem sei, eu ja nem sei mais.

terça-feira, 13 de abril de 2010

passado presente


Eu sinceramente não me sinto tão eu quando estou com você, ou falando com você, e pra mim isso não soa tão grandioso,sempre procuro manter a postura, me mantendo na linha , me mantenho mandona, falo coisas que eu sei que não falaria se fosse outra pessoa, falo o que eu penso, me arrependo, me aborreço, e sempre procuro não me deixar levar por você pra tentar ser diferente, te procuro, te traduzo, ou te invento, onde eu sei que você nunca vai estar, não faço planos, mas muitas vezes não sei, ou não consigo particularmente te imaginar fora, fora daqui, de mim , talvez, do modo que for.
Faço doce, faço drama,faço pirraça, faço grosserias, ignoro, sinto ciúmes, sinto vontade de você, sem nem precisar que você saiba.
Se eu pudesse, ah se eu pudesse.., eu te veria de longe, só pra te ver fazendo seus costumes bobos, atrairia suas caras,caretas ou sorrisos só pra ver se combina comigo,te encontraria do nada só, com surpresa só pra sentir aquele frio na barriga do ' nada combinado' , desenharia seu rosto, não em um papel, mas contornaria seu rosto, suas expressões com as pontas dos meus dedos estupidamente gelados, só pra saber como é sentir você (literalmente).
Eu faria tanta coisa que você nem imagina, falaria tanta coisa, demonstraria tanta coisa, mostraria, se eu conseguisse.. mas não consigo, e não diga que eu não tentei, eu tentei, mas é que perto de você , eu saio de mim, deixo de ser quem eu achei que eu fosse e começo a conhecer uma nova versão de mim.
Não é nada pra ser romântico, mas AGORA (felizmente pra você, ja que quis tanto saber)quis que você soubesse alguns pensamentos ou vontades minhas, que nunca, nem mesmo uma vez pensei em te contar, mas nao da pra guardar tudo que existiu um dia sem você saber mesmo que não valha tanto agora.
Eu to ficando cada dia mais chata, mais grossa, mais sem sal, e perdendo meu foco de antes,mas também to ficando cada dia mais longe , mais distante de você, perdendo a sintonia.
Nada disso tem valor, mas é so pra voce ter a convicção do que pelo menos um dia, uma vez você ja esteve dentro de mim, do meu jeito confuso, estranho que você odeia, do nosso jeito estranho e diferente.
Se houver mais aproximação do que a nossa aproximação não física, me mostre, pq não consigo acreditar que alguém seja mais proxima de voceê (de longe) do que eu.
Eu to aí, e voce ta aqui, e esse é o problema, eu quero, to deixando voce ir , querendo que você va embora, mas sem conseguir te libertar por completo.
Quero te achar, te ver , te divertir sem se quer argumentar, num dia mudo, sem palavras, com nada além.

Meu passado presente.

domingo, 11 de abril de 2010

Medo.


Medo de fugir, de mentir , de mudar , de fazer mudar , medo do tempo,do que o tempo faz , do que eu faço , do que fazem , do que sinto , do que possam sentir , medo da vida ,e da NAO vida , medo de perdas , medo de nao perder , medo de ganhar , medo de não ganhar
sentimentos naturais , reais , de amigos , de amor , de paixão , sentimentos sem razão , que acontece quando nao tem que acontecer , e vão embora quando a gente se acostuma.
querer e nao querer , essa é a vida .
Um dia ta normal , outro dia tanto faz, e o HOJE? o que eu quero hoje? :S
pensa , mas nao muito ,nao temos todo o tempo do mundo..



postagem de janeiro de 2009 (antigo Blog)

Certeza


Mesmo me vendo com um mar de gente em minha volta, milhares assuntos,vozes, e cheiros diferentes, todo mundo, todos esses seres falando de coisas aleatórias, uma hora ou outra algo me chama atenção, mas não passa de 5 seg de atenção minha.
Eu paro, olho, largo um sorriso.
Pra que? pra não ter que falar, preguiça de falar? antipatia mostrando, ou tentando mostrar alguma simpatia ? pode ser.
Poupando minhas palavras que hoje mesmo, não fazem diferença, todo mundo sabe, parada, sorrindo ou falando vai da no mesmo, em uma roda de 50 pessoas com sorte 3 te olham, SE houver sorte.
Não querendo chamar atenção pq eu mesma sei que todo mundo é assim, e eu entro no assunto de todo mundo, não falando, nao demonstrando, muito menos sorrindo, mas pensando, e do nada eu solto alguma palavra, três no máximo.
"Olha, ela fala " é.
Depois de uma hora pra outra a atenção vem toda pra mim, não pq sou engraçada, nem falante, nem sorridente, sorridente talvez, mas talvez pq eu não sou de falar tanto como pensam, prefiro ficar na minha, ja que tem tanta gente chamando atenção pra que mais uma ? não, não preciso disso, ou então a atenção vem por eu ser ' a estressadinha' , soa até engraçado, mas mal me conhecem, ainda .
Em uma noite todo mundo para pra analisar pelo menos 10 min cada pessoa a sua volta, e passando-o esse tempo acham que ja sabem, não , não sabe, se não perguntarem ou insistirem ngm conhece ngm, ngm tem certeza do que é ninguém, mesmo perguntando as vezes, ninguém é tão sensata, uma mentirinha reluzente sempre existe, em qualquer ponto.
Todos fazem uma tempestade em um copo d'agua, fingindo não saber de nada, ter duvidas, ficar confuso,ou culpando alguém por estar confuso, mas talvez nem seja culpa de ninguém além de nós mesmos, pq se fosse pra saber, todo mundo saberia, perguntaria, insistiria , pesquisaria, fingiria, ouviria, em sua virtude.
ter certeza é muito complexo, é muito além, no máximo voce vai saber um pouco mais, ou talvez um pouco menos, se você se fechar nesse mar de duvidas, preocupações e desesperos.

Porque a vida é qualquer coisa menos certeza

sexta-feira, 9 de abril de 2010

me descobrir , descobrindo você;



Há muito tempo resolvi conhecer algo que pra mim ja tava ' conhecido' , de cara não tinha nada de diferente, era na verdade bastante igual, mas ainda achava que dentro, Bem no fundo tinha algo diferente , resolvi descobrir.
procurei, perguntei, me envolvi, disse o que precisava, e o que não precisava talvez, pra causar aquela minha certa insistência incoveniente só pra conseguir o que eu queria.
Não menti, mesmo que quisesse algumas vezes, magoei, me magoei, descobri muito mais do que achaava que eu seria capaz, mas , eu sou mais do que pensei que fosse, e você é o dobro disso, me descobri, descobrindo você;
Não somente coisas boas, como todo ser humano.
Reuni meus planos, todos que eu ja havia pensado e os guardei em algum lugar alcançável e depois vi que alguns dos teus planos, bem poucos, batia com os meus.
mas, nenhuma semelhança.
Não acredito também que tinha que ter, mas também aprendi , talvez com você que nem tudo é o que eu acho que tenho que ser.
No entanto, agora, conheço mais de você do que você de mim, acho que por culpa minha, claro, e nao me arrependo.
Te conhecer, te descobrir,foi até divertido , me perdoe pela palavra, mas sim , divertido, me fazia rir, me fazia achar que tudo em você ou não podia ser divertido.
Agora , talvez não seja completo, mas conheço boa parte, conheço tanto que te acho igual,igual sem novidades, não igual de algo ruim, ficou concluído sem se quer ter conclusão, como se tivesse tido algo satisfatório.
Te descobri, consegui descobrir mais de mim também, e eu aprendi .
com você , comigo, sem se quer ter nós.
Você é diferente, e igual, pra mim .
e isso convence, as vezes, talvez.

quinta-feira, 8 de abril de 2010

ta tudo certo (?)

Ta tudo certo .





Não, não sinto que está tudo certo, me falta alguma coisa.
Não com você, não até você, mas sim depois de você.
Como fica? fica assim? é assim que é o além ?
O além pra mim seria mais, seria calmo, momentaneamente ruim no principio. SÓ.
no principio. (:

Eu to sentindo falta, não de você , mas de mim, do que eu falava pra você .
parece que agora estou proibida de falar o que eu realmente penso ou quero.
e a proibição vem certamente de mim.
é, ta tudo certo, a escolha, a vida, a minha volta, é tudo minha .
Não é nosso, é além , além de mim , e além de você, além de nós!
Nós? cadê nós?

nunca existiu.

quinta-feira, 1 de abril de 2010

.


As pessoas seguram uma risada quase de pena. Mas se ele nem morava aqui, mas se ele não ficou mais do que uma semana com você, mas se já faz tempo que ele se foi, sem nunca ter sido.
Então o quê? Nem eu sei. Mas sei da minha enxaqueca que já dura uma semana. Latejando sem parar. O coração que subiu nos meus ouvidos. Gritando que sente falta e pronto.
Eu sinto falta de ligar o celular, depois do avião aterrissar, e ter uma mensagem sua dizendo que vai dar tudo certo. E sorrir mesmo estando numa fila gigantesca para o táxi, embaixo daqueles 78 graus do Rio de Janeiro. Não tem poesia nem palavra difícil e nem construção sofisticada. O amor é simples como sorrir numa droga de fila. E não se sentir mais sozinho e nem esperando e nem desesperado e nem morrendo e nem com tanto medo.
Eu sinto falta de querer fazer amigos em qualquer festa, só pra conhecer gente estranha e te contar depois. Agora, eu fico pelos cantos das festas. Voltei a achar todo mundo feio e bobo e sem nada a dizer. Porque eu acho que estava gostando mais das pessoas só porque te via em tudo. Agora as pessoas voltaram a me irritar. E eu voltei a ter que fazer muita força pra sair de casa.
Quando alguém não entende o meu amor, eu lembro daquele dia que você não queria tocar violão pra mim. Até que dedilhou reclamando que não era o seu violão. Daí tentou uma música conhecida. Tentou uma menos conhecida. Daí tocou uma sua, com a voz baixinha e olhando pro nada. E então me encarou e cantou com a voz alta. E então largou o violão, me encarou e cantou bem alto a sua dor, de pé, na minha frente, e eu achei que meu peito ia explodir. E ri achando que você ia sair correndo e dar um show na padoca da frente. E naquele momento eu pensei que poderíamos ser infinitos se fossemos música. E isso explica tudo, mas ninguém entende. Você entende. Mas cadê você?
Quando vai dando assim, tipo umas onze da noite, o horário que a gente se procurava só pra saber que dá pra terminar o dia sentindo algum conforto. Quando vai chegando esse horário, eu nem sei. É tão estranho ter algo pra fugir de tudo e, de repente, precisar principalmente fugir desse algo.
E daí se vai pra onde?

texto de :Tati Bernardi

segunda-feira, 29 de março de 2010

Nem sempre meu sorriso,





foi verdαdeiro, nem sempre αs escolhαs que fiz forαm αs corretαs, nem sempre αs pessoαs que escolhi permαnecerαm do meu lαdo, nem sempre meu sonho se reαlizou, nem sempre minhα opinião foi αceitα, nem sempre fiz o que quis. não vivemos exαtαmente o que sonhαmos, vivemos o que cαtivαmos, o que nos foi guαrdαdo, o que merecemos. gerαlmente sofremos quαndo esperαmos αlgo de αlguém; o ideαl é não esperαr nαdα de ninguém, e se surpreender com cαdα αto, cαdα inesperαdo tão esperαdo ocultαmente. esquecemos que estes são humαnos, e como tαl, errαm. todos nós somos felizes e prα todos nós o sol continuα brilhαndo. devemos sαber perder. devemos viver e αproveitαr o que nos foi oferecido, sem mαis demαis, e αpesαr de todos os αpesαres.

sábado, 27 de março de 2010

100%


Ando tão saber o que escrever aqui, sem saber o que ler por aí, sem saber o que pensar, por mais que tudo dê aquelas voltas que sempre dá, eu sempre chego no mesmo lugar, parece que tudo em minha volta é em forma de circulo, e que eu tento, tento, tento mudar, e acho mesmo que vou conseguir, mas sempre chego no mesmo lugar , no mesmo consenço, na mesma história, fugindo das mesmas coisas, eu fico bem depois, mas sinto falta do bem do agora, acho que ninguém vai me entender, e na verdade nem sei se alguém passa por isso também.
Eu ando me sentindo tão sozinha, tão fora de mim, e tão fora de todos, parece que todo mundo sumiu na mesma época, e eu com minha mania de me culpar por TUDO. mas ainda acho que foi eu quem permitiu isso acontecer, nao to fazendo pouco caso, e nem to arrependida, mas sinto falta.
Sinto aquela falta de deixar tudo maravilhoso, de ficar tudo tão simples, e de não precisar de ngm, mas quando ta tuuuuuuuuuuuuuuudo certo. eu enjoo.
e volto ao primeiro ponto do circulo, sem nem pensar.
Ando sem criatividade, sem perspectiva, sem paciência e sem rumo.
mas, essa sou eu, de volta.

eu não sou 100%

domingo, 21 de março de 2010

Transparente

É , talvez eu seja transparente sim, por mais que eu mesma ache que não, vai ter sempre alguém me entendendo, entendendo o que eu to passando, sabendo o meu status, seja ele feliz ou triste, sem eu dizer muito.
Sempre haverá alguem que me entenda mesmo com a música que eu to ouvindo, e sem eu nem imaginar, a pessoa tem razão, mesmo que eu nao aceite muito bem a verdade.
É , eu nunca aceito, eu mudo-as.
Talvez um dia eu mude de idéia, de perpesctiva, de opniões, sem achar que alguém irá perceber, mas sim, percebem, descobri que não preciso me explicar o tempo todo, que um suspiro, um sorriso, vão me entender, quem me conhece não pergunta, entende.
Que meu jeito muda se alguma coisa muda em minha volta, se tenho novidades, ou se eu não tiver, se eu escuto alguma musica nova, ou uma veeelha, sempre tem um recado 'entrelinhas' com tudo que eu faço.
TUDO que eu ouço é por alguma razão, não sei de todas, mas aprendi que minha transparencia ta ficando transparente pra mim agora.
E não é pra fazer sentido, eu não quero nada disso.
Eu mudaria isso se pudesse, como minha mudança de humor (assim dizendo) nao passasse pra ninguém, tem como?

minha transparência fora do comum, de um certo modo pra mim. oook.
que assim seja.

quarta-feira, 17 de março de 2010

Vontade.


Uma certa vontade de ver mais do que eu vejo, uma certa vontade de ouvi pessoas diferentes, uma certa vontade de conhecer gente diferente, uma certa vontade de entender, uma certa vontade de fazer grosseria, uma certa vontade de gritar, uma certa vontade de falar o que eu penso, uma certa vontade de falar o que eu sinto, uma certa vontade de cantar,uma certa vontade de dançar, uma certa vontade de ficar próximo de alguém, uma certa vontade de fazer perguntas, uma certa vontade de saber respostas, uma certa vontade de conhecer alguém, uma certa vontade de mostrar meus desejos, uma certa vontade de fazer o que eu quero, uma certa vontade de perder a vergonha, uma certa vontade de sentir a temperatura de um corpo, uma certa vontade de beber, uma certa vontade de chorar de rir, uma certa vontade de andar de mãos dadas, uma certa vontade de pular, uma certa vontade de ir embora, uma certa vontade de ler, uma certa vontade de escrever, uma certa vontade de achar diferenças, uma certa vontade de me auto conhecer, uma certa vontade de não deixar você ir, uma certa vontade de falar o que eu não falei, uma certa vontade de fazer, uma certa vontade de andar por aí, uma certa vontade de conhecer gente nova, uma certa vontade conhecer desejos novos, uma certa vontade de sentir sua presença, uma certa vontade de ligar pra alguém só pra ouvir uma voz, uma certa vontade de xingar alto, uma certa vontade de rir do nada, uma certa vontade de sentir cheiros novos, uma certa vontade de dar um apelido, uma certa vontade de morrer olhando alguém, uma certa vontade de dar um abraço, uma certa vontade de ler pensamentos, uma certa vontade de saber de tudo, uma certa vontade de fazer o 'impossivel' , uma certa vontade de fingir mentira, uma certa vontade de conquistar, uma certa vontade de ser ruim, uma certa vontade de dar um mergulho, uma certa vontade de falar que eu volto, uma certa vontade de encontrar alguém, uma certa vontade de um cinema a dois, uma certa vontade de você.

vontade, se mata ou se esconde?

segunda-feira, 15 de março de 2010

.Invisivelmente visivel.


Ando por aí somente por andar, se fosse pra escolher que as pessoas não me vissem, eu escolheria, não que eu saiba que alguém repara em mim, pq de verdade acho que ngm não ta nem aí pra mim, mas pelo menos eu sabendo que não tem nenhum risco que me vissem, seria melhor, pro meu ego interior, me acharia um máximo, desfilaria se pudesse, poderia andar por ai dançando, ou olhando feio pra alguns, ou dando mole pra outros.
Mas é bem diferente a realidade, o ser humano repara na pessoa a qual se encontra, e sem perceber compara, acho inutil mas as vezes faço sem perceber.
Se eu pudesse eu veria por dentro das pessoas, preferia ver os pensamentos do que a fisionomia de alguém, não precisaria ser todos os pensamentos, até pq eu acho que perderia a graaça e não geraria aquela aproximação gostosa.
Eu ouviria as pessoas passando por elas, mas ouviria se fizesse sentido, muita gente , inclusive eu anda por ai falando o que não devia pra quem não devia, sem perceber que tem gente ' ouvindo'.
Se eu pudesse escolher que ngm me visse andando por aí, que ninguém me ouvisse, ou que ninguém me veria fazendo o que eu estou afim, eu o faria, mesmo sendo um nada, pq se um nada pra alguém pode ser muito mais prazeroso do que fazer uma certa diferença sabendo que você não consegue lidar com tantas pessoas diferentes.
Se eu pudesse eu escolheria a dedo algumas pessoas pra se aproximar de mim, e fechava os olhos pra outras, sem nem ter porquê, só o faria.
Pois, Sem mais nem menos, ficou difícil, ser notada de alguma forma, sem ter nossa liberdade NA nossa 'liberdade' bem dita.

sexta-feira, 12 de março de 2010

... ²


Eu realmente achava que tudo era fácil, eu sempre sabia o que responder, nao me abalava por nada, nem o que eu achava que de certa forma iria ser dificil, no final das contar era 'banana', muito fácil de lidar, enfim, eu tenho , sempre tive resposta pra tudo, e quando eu to errada e sei realmente disso, sempre contorno a situação ao meu favor, sempre achei isso FODA, mas agora aprendi a ver pelo lado de terceiros, e cara, deve ser bem dificil pra as tais pessoas em minha volta a 'lidar' comigo, tem gente que tira isso de letra, mas tem gente que tenta, tenta, tenta e morre tentando me entender, até que desistem, e eu nem ligo, nem me aborreço, mas agora, eu vejo, que eu podia ter mais paciência, que eu podia me explicar se me perguntassem algo, que aceitasse meus erros, nao é algo que eu nao assumo, pq sempre assumi, mas eu assumo meus erros e aponto o das pessoas,e por sorte minha meus argumentos convencem , como sempre.
To achando que lidar comigo hoje em dia ta ficando dificil pra mim, e caramba, nem to me reconhecendo , nao consigo agir com a razaão, nao mais, antes eu fazia isso com a cara mais lavada do mundo, tenho medo de magoar as pessoas com algumas escolhas minhas e ate mesmo com o que eu vou dizer, e pra quem sempre foi verdadeira e assumiu os atos doa quem doer, ta saindo bem diferente heim ?
Enfim, não to me reconhecendo, não consigo responder as minhas ações, to sofrento por fazer quem ta perto sofrer, e sinto que se eu continuar assim vou acabar perdento muita gente, eu ja perdi muitas pessoas, mas eu nem notei, só to notando agora, eram importantes, mesmo que eu nao percebesse, mas agora todo mundo que passa importa de algum modo, e isso ta tão diferente.
A cada hora que eu me aproximo , seja de quem for, parece que eu me afasto mais, com um medo enorme, aquele medo de sentir falta, do pessoal. do pessoal que eu sempre tive.

sexta-feira, 5 de março de 2010

­ Chαmαr αlguém de feio,


...­não te deixα mαis bonito,
ficαr sem comer não te deixα um pαlito,
excluir umα pessoα não te tornα mαis populαr,
não são αs mαrcαs que vão te rotulα,
xingαr αlguém de gordo não te emαgrece,
dizer que umα pessoα é triste não trαz felicidαde,
fαlαr que αlguém é frαco não te fortαlece,
dizer que umα pessoα é metidα não te trαz α humildαde,
fαlαr que αlguém é insignificαnte não te engrαndece,
dizer que umα pessoα é fαlsα não te levα à verdαde,
dinheiro não comprα felicidαde,
conhecer muitα gente não é o mesmo que ter αmigos,
ser fαmoso é diferente de ser querido,
sexy não é o mesmo que vulgαr,
αtrαção é diferente de αmαr.

quarta-feira, 3 de março de 2010

Um desinteresse qualquer


Chego a pensar as vezes que quem se desintereça por alguma coisa é pq há meias verdades escondidas em algum certo ponto.
Também tem um lance incômodo de esconder o que realmente pensa, tornando algo em um desinteresse qualquer.
As vezes me acho um tanto indiferente pra alguns, que eu nao fui o que eu achava que era, que tudo em minha volta na verdade só passou de mentiras..mas quer saber?... tanto faz, tanto fez, na verdade nem tudo é importante mesmo.
Como muitas vezes eu nao fui importante,muitos nao foram pra mim também,
afinal ngm tem aquele interesse devidamente correto pra seguir em frente.
Nunca menti, talvez isso que isso me falta as vezes, será?
o que me faz mal, é mentir pra mim mesmo, ou esconder o que ta na cara de tudo e todos, menos na minha.
dizem que eu sou ingenua , eu nao acho, acho que vao se surpreender comigo ainda, seja lá como for, o que em mim falta, vai sobrar, depois.
E as verdades vao ser imploradas em algumas horas, e eu vou da-las, eu nao minto, mas depois, vao vir machucadas , sangrando, ou te fazendo sangrar.
E eu nao vou me incomodar, talvez por um segundo, qnd eu secar a sua ultima lagrima
ai voce talvez veja aquele desinteresse qualquer indo embora.

ai fica interessante.
again again again, AGAIN

segunda-feira, 1 de março de 2010

heartless

Vivem me perguntando, aonde for e como for, o pq eu não acreditar no amor...
as vezes acho que não seja questão de não acreditar, mas questão de ninguém conseguir de fato desmonstrar esse tal sentimendo difícil, ou talvez a minha verdadeira questão seja a minha dificuldade ipócrita de não conseguir isso, e esconder, talvez de todos ou só de mim.
Há muito tempo eu tinha uma amiga, não vou citar nomes, na verdade era melhor amiga, e na época a gente nem falava sobre amor, ou de algo que abrange essa idéia, mas eramos amigas, mesmo não dividindo isso.
A mãe dessa minha amiga separou-se do pai dela, e ficou um tempo solteira, mas muitas vezes em que eu ia pra casa dela o pai dela que ja nao morava mais la, ainda frequentava lá, eu achava que era só por causa das meninas(minha amiga e a irmã dela) mesmo vendo que meu pai nao frequentava a casa da minha mãe e nem minha mãe a dele, achava que em algum lugar isso era diferente, mas na verdade não tinha nada a ver com isso, os pais dela se separaram , só na vida de casados, eles continuaram namorando. ESTRANHO? talvez;pra minha cabeça entender isso foi bem confuso, mas hoje acho incrivel, eles passaram por milhões de ' idas e vindas', digamos, mas...
Depois de um tempo eles se separaram pra valer, a mãe dela casou com um argentino, e ela (minha amiga) se mudou pra fora, ficou um tempo, ela voltou, mas a mãe dela não..
De uns tempos pra ca , nao sou de conversar muito com ela, ela não é mais minha melhor amiga, mas continua sendo minha amiga, e vi que a mãe dela voltou pro brasil, mas naão so voltou, como voltou pro pai dela. INCRIVEL²

Na verdade eu não sei o que é amor, nem sincero, nem amor mentiroso, não entendo nada disso, mas talvez ele exista, um pouco bem distante de mim, mas existe , pra alguns. e não é nada difícil pra quem quer.

domingo, 28 de fevereiro de 2010

9/11/09

Meio que do nada, agindo por impulso, naquela sexta feira , depois de um longo dia de mau humor, sim , eu acordei de mau humor naquele dia (sexta feira), botei meu oculos escuros só pra me sentir invisivel e pra olhar todo mundo como sempre quis olhar, e deu certo. Te olhei naquela sexta feira sem nenhum medo , sem que ngm percebesse além de mim mesma, me senti segura te olhando pq só tinha eu ali , o mundo todo tava invisivel debaixo daquele sol e só tinha nós dois, não ,não é pra ser nada romanticozinho, só algo 'duvidoso' .pude reparar com precisão em todas as suas expressões, felizes ou não, puto ou não , des das caras que vc fazia com o sol na cara, e as caras que voce fazia quando eu nao repetia nada, propositalmente, claro, só queria te ver , de todos os angulos, de todos os jeitos, sendo só meu...
Naquele instante, voce sentado sempre a minha frente (por eu querer isso , claro ), via todos os seus detalhes, os detalhes que sempre quis ver, de perto , com aquela vontade de te ' tocar' ( de novo , nada romantico) , era só pra te sentir, te sentir mais de perto e te deixar de sentir de longe.. nao toquei , mas valeu a pena, cada segundo , cada segundo deu ali ' parada' so pensando , e as vezes ate me atrasando nos assuntos por não parar de reparar em voce, a cada instante..
Eu nao tava com tanta dor de cabeça assim, e ate conseguia permanecer no sol , meu oculos escuros era so uma mascara, pra esconder o que meu olhar talvez entregaria (nada romantico again) HAHAUHAUHA
Sei lá, eu nao tava tao confortavel por estar insegura comigo mesma, eu sou gorda mas foda-se HAHAHA
mas tava confortavel com a situação , aquela situação de vc a minha frente, falando muito , sobre qualquer coisa, me olhando ou não..
Consegui ser eu mesma acho que em todos os momentos, nao tentei ser legal em nenhum momento (como faço com muitos) , naão , nao tentei e nem fui legal , fui eu mesma, reclamona, irritada, grossa, e bobalhona.
E acho que você conseguiu ser a pessoa que espera menos de mim, e o que mais tem de mim .
Obrigada por isso, aquele dia foi meu , SÓ MEU.


bons tempos.

sábado, 27 de fevereiro de 2010

Sabe o que eu tava pensando...


Em primeiro tava pensando em me auto-conhecer.
Não só saber minhas qualidades e meus defeitos, pois isso eu sei.
Me conhecer mesmo, tentar ver se ser o que sou traz realmente resultado.
Muitas vezes não tenho nada a ganhar mas também nada a perder e mesmo assim nem tento, eu meio que paro de buscar o imaginável por mim,só por não estar contando com uma devida coisa, mas não acontece só coisas que a gente busca, ou faz acontecer por aí e eu sei muito bem disso.
Eu enjoo dos meus gostos , das minhas qualidades e defeitos, enjoo das pessoas e enjoo de CONHECER outras pessoas.
Estava pensando em parar de julgar meus atos e deixar acontecer sem porquês, vivo dizendo por aí que nada precisa de por quê e eu nao prego isso .
Tava pensando em parar de querer ser só minha e ser um pouco de cada um também, não precisa ser de uma pessoa só, mas ser um pouco de mim mesma nas pessoas de fato me faria bem..
Quero desistir disso de eu sempre fingir que tava tudo bem e não estar, cansei de ser falsa pra mim, mentir pra mim, pra ver se o que eu sinto/penso muda.
Não muda, nada muda, adormece.
Tava pensando em me dividir, em me conhecer, em querer um pouco mais de você,um pouco menos de 'porquê', mais sentimentos e menos razões.
É nisso que eu tava pensando.

quarta-feira, 24 de fevereiro de 2010

o meu bem.


Falar bobagem só piora as coisas
Estou me acostumando com o que você disse
Não, isto não é imaginação minha
Eu não posso fazer milagres o tempo todo


Eu me embolo nos meus próprios pensamentos por saber dos seus.
Imagino o que não existe a favor de uma fantasia da qual nao se refere a mim.
Desapareço do meu mundo de encontro ao teu, sei porquês sem respostas , sem nada.
Olhei pra ti,esquecendo de olhar pra mim, mas pq será?
E eu, to aí pra você? pq sem voce nem imaginar ta aqui pra mim.
Perco meu mundo, perco risos, perco tudo.
Sem ganhar.
Eu vejo coisas aonte não tem.
teus detalhes não me impressionam, não me fazem mais aquele bem.
E nao da pra esquecer agora.
Não da pra não fingir que você é como os outros.
Não da pra falar, nem gritar.
A gente nao ri, a gente nao passa mais o tempo, ao menos nos olhamos.
É ISSO que é o fim?
Na verdade eu não sei o que eu to dizendo, nem pra quem eu to dizendo.
só descobri que todo mundo quer que alguém seja seu,mas a gente nao quer ser de ninguém.

Faz bem?
o que faz bem ?
Cada aquele bem ?
o meu bem.